Encontro comemorativo do 10.º aniversário da Quinzena Gastronómica do Polvo

11-06-2018
 Encontro comemorativo do 10.º aniversário da Quinzena Gastronómica do Polvo
Ontem 10 de junho, o Espaço Sabores Lourinhã recebeu o encontro de encerramento da Quinzena Gastronómica do Polvo da Lourinhã – um dos grandes eventos turísticos do Município que, este ano, celebra o seu 10.º aniversário.

O marco de uma década de existência deu o mote a uma conversa informal, em que se fez um balanço da Quinzena ao longo dos últimos dez anos, na perspetiva dos restaurantes aderentes e do Município da Lourinhã, enquanto entidade organizadora, apontando-se ainda novos caminhos para a iniciativa. No encontro falou-se também pesca sustentável e sobre o projeto “Cephs and Chefs - Octopus, Squid, Cuttlefish, Sustainable Fisheries and Chefs”, da Universidade de Aveiro

Conduzida por João Paulo Mergulhão, coordenador de Turismo e Competitividade, a sessão iniciou com os testemunhos de Milena Anunciação e Miguel Pinto, respetivamente dos restaurantes Pizza & Companhia e O Castelo, que fizeram uma avaliação do evento na perspetiva dos estabelecimentos de restauração aderentes, falando sobre o impacto da Quinzena Gastronómica na economia local, as mais valias da iniciativa e os aspetos que podem ser otimizados em edições futuras.

A tradição da apanha e pesca do polvo no concelho da Lourinhã e o decréscimo nas populações deste cefalópode ao largo da costa portuguesa deu mote à intervenção de Lourenço Antunes, da Associação de Desenvolvimento e Apoio às Pescas de Praia de Porto Dinheiro. Conhecedor profundo desta arte, Lourenço Antunes, identificou a pesca de arrastão e a pesca com alcatruzes como as grandes ameças ao polvo, destacando ainda a importância da ponderação de uma eventual implementação de uma época de defeso para repor as populações deste molusco.

Já Fábio Matos, investigador da Universidade de Aveiro, enquadrou o projeto a que está associado e que envolve várias entidades, entre as quais o Município da Lourinhã. A par da pesca sustentável de cefalópodes, o projeto visa, ainda, criar valor e novos mercados de consumo para polvos, lulas e chocos e produtos associados. Uma das ideias é estabelecer parcerias com chefes de cozinha, tendo em vista a inovação e a criação de novas propostas gastronómicas, que dinamizem o setor.

Por fim, o vereador João Serra falou sobre crescimento da Quinzena gastronómica do Polvo, destacando que, ao longo da última década foram servidas cerca de seis mil refeições de polvo pelos restaurantes aderentes à Quinzena Gastronómica. Um número revelador do sucesso do evento, que contribuiu, em muito, para afirmar o território da Lourinhã em termos gastronómicos, valorizando produtos e serviços locais, e impulsionando a economia. Para João Serra, a Quinzena Gastronómica do Polvo, que em 2018 reuniu 21 restaurantes participantes, constitui “um investimento no território”


Já no culminar do encontro, interveio o presidente João Duarte de Carvalho que salientou o envolvimento e empenho dos estabelecimentos de restauração no âmbito da Quinzena. E nada melhor do que um bolo alusivo à temática do polvo para fechar a iniciativa e celebrar os 10 anos de um evento que constitui um dos grandes marcos turísticos da Lourinhã.

  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
2006 - 2018 © Câmara Municipal da Lourinhã - Todos os Direitos Reservados.