Posição do Município face ao mau estado da Estrada Nacional 8.2

04-05-2018
Posição do Município face ao mau estado da Estrada Nacional 8.2
O Município da Lourinhã tem efetuado várias diligências junto das Estradas de Portugal (EP) | Infraestruturas de Portugal (IP), no sentido de ser solucionada a situação do mau estado do troço viário, localizado junto à localidade da Carrasqueira, na Estrada Nacional 8.2. Com evidentes sinais de degradação, o estado da faixa piorou no início de abril, apresentando agora fendas visíveis, devido ao abatimento do terreno. O tráfego encontra-se condicionado com circulação alternada, o que tem vindo a desencadear congestionamentos e longas filas de trânsito numa das principais vias de acesso à Lourinhã.

A demora numa solução para este problema acarreta grandes constrangimentos para quem reside, trabalha e visita a Lourinhã. Uma das principais preocupações da autarquia é o facto do próprio tráfego de veículos de emergência estar condicionado, com todas as repercussões que esse facto tem na vida e segurança dos cidadãos. Aos constrangimentos para a segurança e qualidade de vida, junta-se ainda o impacto negativo no crescente fluxo turístico da Lourinhã, fruto da recente abertura do Dino Parque Lourinhã, que tem vindo a registar números record de visitantes.

João Duarte de Carvalho reiterou a extrema preocupação da autarquia face ao mau estado da via e as consequências que este facto tem para os cidadãos e para o próprio território. Em conferência de imprensa, explicou que em março de 2017, o engenheiro Ricardo Lacerda, técnico de conservação da IP, verificou o estado de várias vias que atravessam o concelho, nomeadente a EN 8.2, numa ação que também envolveu representantes das Juntas de Freguesia. Na altura, e apesar da limitação de verbas para a mantenção integral das vias em causa, a EP | IP avançou com duas intervenções, ao nível da correção do piso nas localidades da Carrasqueira e Lourim, com a colocação de tapetes novos e do reforço da sustentação dos dois taludes. No Casal Lourim, a situação foi corrigida, mas no troço da Carrasqueira o piso cedeu.

A autarquia tem estado sempre em comunicação com a EP | IP diligenciando para uma rápida resolução do assunto, tendo inclusive preparado um dossier sobre o estado da via. Por parte da EP, a informação é de que não é possível intervir de momento, na medida em ainda não foi possível a contratualização de uma empresa, com visto do Tribunal de Contas, para avançar com os trabalhos. Entretanto, os técnicos da EP | IP estiveram, uma vez mais, no terreno para uma nova avaliação da estabilidade dos solos.

Em paralelo, o Município enviou pedidos de audiência urgente ao secretário de Estado das Infraestruturas e ao ministro do Planeamento e das Infraestruturas, tendo em vista uma solução urgente deste problema

  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
2006 - 2018 © Câmara Municipal da Lourinhã - Todos os Direitos Reservados.