A Escola enquanto Lugar Privilegiado para a Intervenção

Cada Palavra… Uma Arte

10-05-2012
 Cada Palavra… Uma Arte
“Cada Palavra…uma Arte” é um projeto, com um cariz pedagógico – artístico, em que a Escola é o espaço privilegiado de intervenção. Um lugar onde a Ética e a Estética se conjugam numa simbiose que dá mote à reflexão, admiração, deslumbramento e às múltiplas interpretações das pessoas e do mundo.
Neste projeto do Município da Lourinhã, uma palavra/conceito serve de base de reflexão e de inspiração para a interpretação e desconstrução de três obras/produções artísticas de referência, tendo em vista a produção de uma obra final, que se quer original.

A Cor, a Saudade, a Beleza e a Felicidade são as palavras/ conceito, que servem de trampolim para um trabalho que se desenvolve ao longo deste ano letivo de 2011/2012, abarcando uma turma por nível de ensino e agrupamento escolar.

Pretende-se, no fundo, que as crianças e os jovens – enquanto futuros cidadãos ativos e seres humanos em desenvolvimento, com sensibilidades e curiosidades, medos e anseios – sejam capazes de desenvolver um pensamento criativo, crítico e autónomo, no que respeita a si próprios, aos outros e ao mundo que os rodeia.


Numa primeira fase do projeto foram entregues pistas de exploração ou questões de reflexão, que poderiam ser trabalhadas em paralelo com a análise e interpretação de obras/produções artísticas de referência. Obras essas que vão desde a escultura (A bailarina de Degas), passando pela arte urbana contemporânea (os trabalhos de VHILS), até às artes performativas. Em março, as crianças do pré-escolar e alunos do 1.º ciclo tiveram a oportunidade de assistir a dois espetáculos de teatro diretamente relacionados com as palavras/conceito que lhes foram propostas como desafio: “Saudade – um conto para sete dias” e “Amarelo”.

Após a análise, reflexão e interpretação das obras/produções artísticas de referência, e no seu devido tempo, solicitou-se às turmas envolvidas a escolha de uma área artística para a produção final deste projeto. Durante abril e maio, na Felicidade trabalha-se o vídeo, na Beleza o teatro, a fotografia, a ilustração, o design e o graffiti, na Saudade a dança e na Cor o cinema de animação. Cada turma está a ser acompanhada por um artista da área que orienta os alunos em todo este trabalho criativo e de descoberta.

Mais do que a mostra de um produto final, pretende-se uma plena fruição e valorização do processo artístico-pedagógico onde a relação artista, professor e alunos se encontre num espaço de pensamento crítico e criativo. Neste projeto mantém-se o respeito pelo livre crescimento das crianças e jovens, integrando os momentos próprios da infância e da adolescência. Pretende-se, por isso, desenvolver as suas aptidões e habilidades, estimulando a admiração, a indagação e a reflexão, tornando-os assim pessoas participativas na construção de um mundo com referências mais claras e consistentes.

Na programação evento “Livros a Oeste”, que decorre na Lourinhã, entre os dias 31 de maio e 7 de junho, está integrada a apresentação destas obras finais.

“Cada Palavra…uma Arte” vai surgir em exposições de artes visuais patentes no Centro Cultural Dr. Afonso Rodrigues Pereira, bem como em espetáculos de artes performativas – dança e teatro - no auditório da Associação Musical e Artística Lourinhanense, nos dias 1 e 2 de junho. A produção final do graffiti subordinada ao conceito de Beleza pode ser apreciada nas instalações da Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. João das Regras.
 
 
Clique para aceder: Apresentação do Projeto

Clique para aceder: Relatório de Avaliação

  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
2006 - 2017 © Câmara Municipal da Lourinhã - Todos os Direitos Reservados.